A Justiça e o porte de drogas

Ao julgar um pedido de habeas corpus impetrado por um homem preso em flagrante com quatro porções de cocaína, que alegou que a quantidade era pequena e se destinava a consumo próprio, a 6.ª Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou o recurso e voltou a afirmar que o  princípio jurídico da insignificância não se aplica aos crimes relacionados a drogas. Artigo publicado no Estadão Continue lendo

Maconha auxilia no tratamento contra o câncer

Douglas chegou a pedir para o traficante que lhe vendesse maconha de qualidade, não adulterada e sem “aditivos”, caso contrário o corpo debilitado pela quimioterapia não resistiria aos efeitos das substâncias incógnitas. Thais preferiu não se envolver com bocas de fumo e decidiu importar sementes de maconha e plantar em casa. Hoje, ela e o marido respondem para a justiça pela importação ilegal. Reportagem publicada no IG Continue lendo

Maconha para amenizar os efeitos da quimioterapia

Me chamo Thaís Carvalho, tenho 34 anos, e em 2010, aos 30 anos vivi ao mesmo tempo, a melhor e a pior experiências da minha vida, o nascimento da minha filha Gaia, e no parto descobri um câncer no ovário. Duas semanas depois do parto, fiz uma cirurgia para a retirada de todo meu aparelho reprodutivo, pois o câncer já havia tomado conta. E pra completar minha filha saiu da sala de parto direto para a UTI, pois nasceu com o pulmão em formação. Depoimento publicado na página “Eu uso maconha medicinalContinue lendo

A guerra de argumentos pró e contra a legalização da maconha

Uma polêmica interessante instalou-se no meio dos psiquiatras brasileiros sobre a legalização da maconha. Com os novos ventos a favor da descriminalização, a classe divide-se entre proibicionistas e antiproibicionistas, com alfinetadas de ambos os lados, enquanto circula nos bastidores a grave acusação de que o interesse econômico se sobrepõe ao rigor científico no caso dos defensores de restrições ao uso da droga. Continue lendo

“Ei, Vamos Falar sobre Drogas”

A Comissão Global de Política de Drogas (GCDP) – um grupo de líderes internacionais ilustres que inclui sete ex-presidentes – lançou essa semana a campanha: “Ei, Vamos Falar Sobre Drogas”, uma série de anúncios que aborda fatos e recomendações em torno do fracasso da guerra às drogas e o crescente debate político sobre alternativas para abordar a questão. Artigo publicado na Rede Pense Livre.

Continue lendo