Homem é preso por guardar drogas de amigo

Rafael teve a casa invadida por policiais durante a madrugada. Os agentes encontraram maconha que o acusado guardava para um amigo. Em troca ele recebia uma porção de cocaína para sustentar o uso. A prisão foi decretada e ele foi enquadrado no crime de tráfico de drogas.

O homem que agora está na prisão é, na verdade, usuário de cocaína, casado, pai de dois filhos e formado em Logística. “Rafael sempre foi um ótimo pai, muito trabalhador e honesto”, diz a tia do usuário.

Casos de injustiças como esse acontecem por que a lei brasileira 11.343/2006 não faz uma distinção clara entre usuário e traficante, por isso esses episódios são classificados como tráfico. Para alguns juristas, a prisão de Rafael destruiu a sua família e por isso são favoráveis a uma mudança na política vigente.

Por conta da grande oferta de drogas nas prisões em todo o mundo, fica comprovado que o encarceramento de Rafael não o aproxima de uma vida saudável e de uma reinserção social.

Caso enviado pela tia de Rafael, Rosemary da Silva Castro – SP

 Clique e leia o caso na íntegra 

 

Publicado em Casos em destaque, Os casos, Sociedade civil e cidadãos.